Cultura

Principais artistas da Semana de Arte Moderna de 1922

Abaporu de Tarsila do Amaral

Este ano comemora-se o centenário da semana de Arte Moderna, que ocorreu entre os dias 13 e 17 de fevereiro de 1922.

Trata-se de um evento liderado por membros da elite paulistana, entre eles artistas, escritores, literatos e musicistas.

Todo esse grupo intelectual havia se reunido com o objetivo de pensar a cultura brasileira e de quebrar paradigmas de uma arte de teor conservador, predominante no Brasil até o século XIX.

1922-2022: Entender o passado para construir o futuro

samba de anita malfatti

Poucas vezes o mundo quis tanto olhar para a frente quanto em 1922. Afinal, o passado recente tivera uma guerra mundial de proporções sem precedentes, com os mais avançados artefatos tecnológicos e industriais colocados a serviço da carnificina.

E, nos estertores do conflito bélico, eclodira ainda uma pandemia que contagiara um quarto da população do planeta.

Relativamente poupado pela I Guerra Mundial, o Brasil foi duramente atingido pela gripe espanhola.

A Semana de Arte Moderna foi um divisor de águas para a cultura brasileira

operários de tarsila do amaral

As primeiras manifestações modernistas no Brasil surgiram em São Paulo na década de 1910. Somente a partir de 1922 o movimento ganhou visibilidade fora da capital paulista, alcançando outras regiões do Brasil.

A Semana de Arte Moderna foi um evento que deu visibilidade ao modernismo, uma das escolas literárias mais importantes da literatura brasileira.

O evento foi realizado no Teatro Municipal de São Paulo, e teve a participação de diversos artistas do Rio de Janeiro e São Paulo.